Português English

SATISFAÇÃO NO TRABALHO E COMPROMETIMENTO ORGANIZACIONAL : ESTUDO COM DOCENTES EM UMA IES PARTICULAR NA CIDADE DE JUIZ DE FORA – MG

|SATISFAÇÃO NO TRABALHO E COMPROMETIMENTO ORGANIZACIONAL : ESTUDO COM DOCENTES EM UMA IES PARTICULAR NA CIDADE DE JUIZ DE FORA – MG

SATISFAÇÃO NO TRABALHO E COMPROMETIMENTO ORGANIZACIONAL : ESTUDO COM DOCENTES EM UMA IES PARTICULAR NA CIDADE DE JUIZ DE FORA – MG

Título: SATISFAÇÃO NO TRABALHO E COMPROMETIMENTO ORGANIZACIONAL : estudo com docentes em uma IES particular na cidade de Juiz de Fora – MG

 

Autor:  Danielle Almeida Soares Pimentel

Tipo de Trabalho de Conclusão: DISSERTAÇÃO

Data da Defesa:  14/04/2016

Resumo: A presente dissertação analisa o índice de satisfação no trabalho, o comprometimento organizacional e as possíveis relações entre os dois construtos. A pesquisa teve como sujeitos, docentes de uma IES (Instituição de Ensino Superior) da cidade de Juiz de Fora. Para a análise da satisfação no trabalho foi utilizada a escala de satisfação no trabalho de Siqueira (2008), e para a medição do comprometimento, foi utilizado o questionário adaptado de Meyer e Allen (1990,1991,1997), revalidado no Brasil por Marques et. al (1999a, 1999b, 2000). A população da pesquisa contemplou 60 docentes de cursos superiores. Os dados foram coletados por meio de um questionário dimensionado em 3 partes. A primeira contemplou dados demográficos; a segunda analisou o comprometimento dos docentes por meio de uma escala de likert de 1 a 6 e a última e a terceira parte analisou o nível de satisfação no trabalho dos docentes por meio,  de uma escala de likert de 1 a 7. Foram coletados 53 questionários e a amostra válida para a pesquisa contemplou  52 docentes. A análise de dados foi iniciada com a caracterização da amostra por meio dos dados descritivos e, em sequência, apresentou-e os índices de satisfação no trabalho da amostra pesquisada, constatando-se que 90,4% dos docentes apresentaram satisfação com os colegas; 50% apresentaram insatisfação com o salário; e 69,2% apresentaram índice de satisfação global satisfatório. Em relação à variável comprometimento no trabalho, os resultados obtidos demonstraram que 92,3% dos docentes apresentaram alto comprometimento afetivo e 61,5% apresentaram alto comprometimento global. Na análise de correlação dos dois construtos, utilizou-se a correlação de Pearson e a análise de regressão, não sendo identificada uma correlação significativa entre satisfação global e comprometimento global. No entanto, a pesquisa demonstrou que existe uma correlação entre satisfação com o salário e comprometimento global, sendo que a cada aumento de um ponto na escala de satisfação com o salário, aumenta-se o comprometimento global em 0,232 pontos. Identificou-se, também, que, a cada aumento na satisfação com a natureza do trabalho, aumenta-se o comprometimento normativo em 0,428 pontos. Verificou-se também que quando se aumenta 1 unidade na satisfação com o salário, o comprometimento global aumenta 0,256 unidades, mantendo-se constante a variável sexo masculino. Foi verificado ainda que, com o coeficiente de regressão parcial negativo para sexo masculino (-0,581), concluiu-se que se a satisfação com o salário de ambos os sexos mantiverem constantes: os homens tendem a apresentar comprometimento global 0,581 pontos inferiores ao das mulheres. Com base nesses resultados, concluiu-se que apesar da correlação entre os construtos não existirem de forma global, a inter-relação entre as variáveis isoladas dos mesmos, ocorre de forma significativa.Na conclusão da pesquisa ressalta-se o resultado da análise de gênero em relação as variáveis analisadas, indicando a diferença de relação do sexo com os construtos.

Palavras-chave: Satisfação no trabalho. Comprometimento Organizacional. Docentes.

Abstract: This dissertation analyzes the level of satisfaction at work, organizational commitment and the possible relationship between the two constructs. The research had as subjects, teachers of HEIs (Higher Education Institution) in the city of Juiz de Fora. For the analysis of job satisfaction was used the satisfaction scale in Siqueira work (2008), and measurement of impairment, we used the questionnaire adapted from Meyer and Allen (1990,1991,1997), revalidated in Brazil by Marques et. al (1999a, 1999b, 2000). The research population included 60 teachers of higher education. Data were collected through a scaled questionnaire in 3 parts. The first included demographic data; the second examined the commitment of teachers through a Likert scale of 1 to 6 and the last and third part analyzed the level of job satisfaction of teachers through in a Likert scale of 1 to 7 were collected 53 questionnaires and the valid sample for the survey included 52 teachers. The data analysis was initiated to characterize the sample by means of descriptive data and sequence presented and the level of satisfaction in the work of the studied sample, finding that 90.4% of teachers were satisfied with colleagues; 50% were dissatisfied with the salary; and 69.2% had satisfactory overall satisfaction. Regarding the commitment variable at work, the results showed that 92.3% of teachers had high affective commitment and 61.5% had high global commitment. In the correlation analysis of the two constructs, we used the Pearson correlation and regression analysis, a significant correlation between overall satisfaction and overall commitment not being identified. However, research has shown that there is a correlation between satisfaction with the wages and global commitment, and every increase of one point on the scale of satisfaction with salary, the global commitment is increased by 0.232 points. Also it is found that every increase in satisfaction with the nature of work, increases the normative commitment in 0.428 points. It was also found that when it increased by 1 unit in satisfaction with salary, global commitment increases 0.256 units, keeping constant the variable male. It was also found that, with the negative partial regression coefficient for males (-0.581), it was concluded that satisfaction with the wages of both sexes held constant: men tend to have lower global commitment 0.581 points to women . Based on these results, it was concluded that although the correlation between the constructs do not exist globally, the interrelationship between the isolated variables thereof, is so significativa.Na conclusion of the research is emphasized the results of gender analysis regarding the variables analyzed, indicating the difference in sex ratio with the constructs
Keywords: Pleasure, suffering, work, medical oncologists.

 

Área de Concentração: ORGANIZAÇÃO E ESTRATÉGIA

 

Linha de Pesquisa: Relações de Poder e Dinamica nas Organizações

Problema de Pesquisa: “Tendo em vista o contexto e a problematização, formulou-se o seguinte problema de pesquisa: Quais as possíveis relações entre a satisfação no trabalho e comprometimento organizacional em docentes de uma IES?”

 

Banca Examinadora

Orientador: Prof. Dr. Antônio Luiz Marques

Prof. Dr. Luciano Zille Pereira – Docente

Prof.ª Dr.ª  Flaviana Andrade de Pádua Carvalho – Participante Externo

 

BAIXAR ARQUIVODANIELLE PIMENTEL

2017-04-14T20:11:02-03:0014.04.2017|Dissertação|