TERCEIRIZAÇÃO NO SETOR ELÉTRICO: estudo de caso com trabalhadores terceirizados de uma cidade do interior de Minas Gerais

|TERCEIRIZAÇÃO NO SETOR ELÉTRICO: estudo de caso com trabalhadores terceirizados de uma cidade do interior de Minas Gerais

TERCEIRIZAÇÃO NO SETOR ELÉTRICO: estudo de caso com trabalhadores terceirizados de uma cidade do interior de Minas Gerais

Título:  TERCEIRIZAÇÃO NO SETOR ELÉTRICO: estudo de caso com trabalhadores terceirizados de uma cidade do interior de Minas Gerais

 

Autor:   Rodrigo Castro de Oliveira

Tipo de Trabalho de Conclusão: DISSERTAÇÃO

Data da Defesa:  13/02/2019

 

RESUMO:  Nesta pesquisa, o propósito foi estudar as características peculiares do trabalho terceirizado no Setor Elétrico de uma cidade do interior de Minas Gerais. Trata-se de um estudo qualitativo, de natureza descritiva, que adotou como instrumento de coleta de dados entrevistas, realizadas com sete trabalhadores eletricistas terceirizados, além da viúva de um trabalhador acidentado e de um colega que o acompanhava no dia do acidente. O processo ocorreu em três etapas: pesquisa documental, realização das entrevistas e um estudo de caso em torno de um acidente fatal de um eletricista terceirizado. Os dados foram analisados à luz da análise de conteúdo proposta por Bardin (2011), realizada em três etapas: pré-análise, que constitui a seleção do material e a definição dos procedimentos a serem seguidos; exploração do material, que é a implementação desses procedimentos; e, por fim, o tratamento e interpretação dos dados. O estudo manteve diálogo com teóricos que estudam as características do trabalho terceirizado e do processo de terceirização que vem ocorrendo no contexto brasileiro. Os resultados apontaram que fatores como jornada de trabalho extensa, baixos salários, más condições de trabalho, realização de serviços em equipes menores que o permitido na CEMIG e a falta de supervisão são elementos importantes para caracterizar a precariedade a que esses trabalhadores estão submetidos. Observou-se, portanto, que o trabalhador terceirizado está exposto a um contexto de trabalho que pode colocar em risco sua integridade física. Nesse cenário, o direito do funcionário de recusar a realização de tarefas que o exponham ao risco de acidente se apresenta apenas como uma formalidade, pois essa recusa representa quase sempre a possibilidade de perda do emprego. Tudo isso gera instabilidade e impacta negativamente a identidade desses trabalhadores, acarretando incertezas, ansiedade e outros sintomas psicológicos, além de aprofundar as desigualdades, sugerindo a existência de um trabalho precarizado.

 

Palavras-chave: Trabalho. Terceirização. Setor Elétrico. Precarização.

 

ABSTRACT: This research aimed to study the peculiar characteristics of outsourced work in the Electric Sector in a city in the countryside of Minas Gerais. This is a qualitative, descriptive study that used in-depth interviews as an instrument for data collection. These were carried out with seven outsourced electricians, as well as the widow of an injured worker and a colleague who accompanied him on the day of the accident. The process took place in three stages: documentary research, interviews and a case study around a fatal accident of an outsourced electrician. The data were analyzed in light of the content analysis proposed by Bardin (2011), defined in three stages: pre-analysis, which is the selection of the material and the definition of the procedures to be followed; the exploration of the material, which is the implementation of these procedures; and, finally, the processing and interpretation of the data. The study maintained a dialogue with theorists who study the characteristics of the outsourced work and the process of outsourcing that has been taking place in the Brazilian context. The results showed that factors such as extended working hours, low wages, poor working conditions, services in teams smaller than those allowed in the primary company, and lack of supervision are important elements to characterize the precariousness to which these workers are subjected. It was observed, therefore, that the outsourced worker is exposed to a work context that can be imminent danger his physical integrity. In this scenario, the right to refuse to carry out tasks that expose it to the risk of accident is only a formality, since the refusal almost always represents the possibility of loss of job. All of these generate instability and negative impacts on the identities of these workers, leading to uncertainties, anxiety and other psychological symptoms, as well as deepening inequalities, suggesting the existence of precarious work.7

 

Keywords: Work. Outsourcing. Electrical Sector. Precariousness.

 

 

 

Área de Concentração: Organização e Estratégia

 

Linha de Pesquisa: Relações de Poder e Dinâmica das Organizações

 

Problema de Pesquisa: “Como se caracteriza o trabalho terceirizado no setor elétrico? Como entender os acidentes que ocorrem no setor e qual sua possível relação com a terceirização?”

 

 

Banca Examinadora

Orientador: Prof.ª Dr.ª Maria Elizabeth Antunes Lima

Prof. Dr. Luiz Carlos Honório – Docente

Prof. Dr. Maria Cecília Máximo Teodoro Ferreira – Participante Externo

 

BAIXAR ARQUIVO RODRIGUES CASTRO DE OLIVEIRA

2019-05-21T19:51:20+00:0013.02.2019|Sem categoria|