PRAZER E SOFRIMENTO NO TRABALHO:estudo sobre a percepção dos terceirizados que atuam em uma instituição federal de ensino superior

|PRAZER E SOFRIMENTO NO TRABALHO:estudo sobre a percepção dos terceirizados que atuam em uma instituição federal de ensino superior

PRAZER E SOFRIMENTO NO TRABALHO:estudo sobre a percepção dos terceirizados que atuam em uma instituição federal de ensino superior

Título: PRAZER E SOFRIMENTO NO TRABALHO:estudo sobre a percepção dos terceirizados que atuam em uma instituição federal de ensino superior

 

Autor:  Josane Sodré Cupertino da Silva

Tipo de Trabalho de Conclusão: DISSERTAÇÃO

Data da Defesa:  12/02/2019

RESUMO: No Brasil a terceirização, que surgiu no meio empresarial, está sendo amplamente adotada pela administração pública como forma de reduzir custos e de aumentar a eficiência da máquina pública. A terceirização enquanto prática de gestão é uma forma de flexibilização da contratação de mão de obra com forte tendência à precarização das condições de trabalho que expande por vários setores da economia. Esta dissertação teve por objetivo descrever e analisar a percepção de vivências de prazer e sofrimento no trabalho de terceirizados que atuam em uma Instituição de Ensino Superior no Estado de Minas Gerais. Para tanto, foi realizada uma pesquisa descritiva com abordagem qualitativa. Os dados foram coletados por meio de 10 entrevistas estruturadas com trabalhadores terceirizados da referida instituição e examinados por meio da análise de conteúdo. Os principais resultados revelaram que, no que tange ao contexto do trabalho, a organização deste é caracterizada por ritmo intenso de serviço, tempo adequado no desempenho das atividades e fiscalização moderada. O ambiente físico e os equipamentos são adequados, os trabalhadores se sentem seguros no trabalho e as relações socioprofissionais poderiam ser aperfeiçoadas. Os custos físicos foram considerados intensos, e não se observaram custos afetivos. Quanto ao sentido do trabalho, as vivências de prazer se manifestaram pela satisfação e motivação no serviço, pelo sentimento de orgulho, utilidade e reconhecimento. Já as vivências de sofrimento são experimentadas pela insegurança, discriminação e injustiça no trabalho. As estratégias utilizadas para lidar com o sofrimento são de caráter individual, compreendidas pelo autocontrole, pela prática de exercícios físicos e pelo relaxamento, bem como pelo voltar-se para a família. No que tange aos danos causados pelo trabalho, os entrevistados desenvolveram lesões na coluna, hipertensão e problema no manuseio de produtos químicos. Em se tratando de danos psicossociais, esses trabalhadores não apresentaram conflitos nas relações familiares e sociais, como também não possuem o desejo de abandonar o serviço.

 

Palavras-chave: Psicodinâmica do trabalho. Prazer no trabalho. Sofrimento no trabalho. Terceirização.

 

ABSTRACT: In Brazil outsourcing, which has emerged in the business environment, is being widely adopted by the public administration as a way to reduce costs and increase the efficiency of the public machine. Outsourcing as a management practice is a form of flexibility in the hiring of labor with a strong tendency to precarious working conditions that expands across various sectors of the economy. This dissertation aimed to describe and analyze the perception of experiences of pleasure and suffering in the work of outsourcers who work in a Higher Education Institution in the state of Minas Gerais. For that, a descriptive research with a qualitative approach was carried out. Data were collected through 10 structured interviews with outsourced workers of the referred institution and analyzed through the content analysis proposed by Bardin (2009). The main results revealed that in the context of work, the organization of work is characterized by intense pace of work, adequate time in the performance of activities and moderate supervision. The physical environment and equipment are adequate, they still feel safe at work and socio-professional relations could be improved. The physical costs were considered intense, and no affective costs were observed. Concerning the meaning of work, the experiences of pleasure were manifested by satisfaction and motivation at work, by the feeling of pride, utility and recognition. Already experiences of suffering are experienced by insecurity, discrimination and injustice at work. The strategies used to deal with suffering are individual in character, understood by self-control, physical exercise, relaxation, as well as turning to the family. Regarding the damages caused by the work, the interviewees developed lesions in the hypertension column, and a problem in the handling of chemicals. When dealing with psychosocial damages, these employees did not present conflicts in family and social relations, nor did they have the desire to leave work

 

Keywords: Psychodynamics of work. Pleasure at work. Suffering at work.
Outsourcing.

 

Linha de Pesquisa: Relações de Poder e Dinâmicas das Organizações.

 

Problema de Pesquisa: “Como se configura a percepção de vivências de prazer e sofrimento de trabalhadores terceirizados que atuam em uma Instituição Federal de Ensino Superior?”

 

Banca Examinadora

Orientador: Prof. Dr. Fernando Coutinho Garcia

Profª. Drª. Maria Elizabeth Antunes Lima– Docente

Prof. Dr.Jefferson Lopes La Falce – Participante Externo

BAIXAR ARQUIVO JOSANE SODRE CUPERTINO DA SILVA

2019-03-14T17:39:41+00:0012.02.2019|Sem categoria|